Mostrando postagens com marcador homenagem. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador homenagem. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 6 de outubro de 2020

Quino e o legado de se expressar nos Quadrinhos


 

quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

Listen to your heart,,,


terça-feira, 13 de novembro de 2018

Adeus Stan...


segunda-feira, 16 de julho de 2018

Para Steve Ditko e um ARGCast...

Mais um mestre se vai...

Fora esta minha humilde e pouco tardia homenagem, participo de um ARGCast especial deste artista que preferiu a sua pacata reclusão, mas sempre trabalhando.


Neste podcast acompanho Daniel HDR, Gustavo Brauner, Luis Garavello, Julio Cruz e Marcio Cabreira relembram a história de Ditko.

Dos personagens criados pelo autor (Dr. Estranho, Questão, Shade, Besouro Azul, Rastejante, Capitão Átomo), a polêmica envolvendo a criação de Homem-Aranha, seu projeto autoral MISTER A, e as circunstâncias envolvendo sua morte.

Uma singela homenagem a este autor que trabalhou até o fim de sua vida.

Ouçam




terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Fazendo Quadrinho Nacional


Hoje é o dia do quadrinho nacional e este ano é especial, pois só há pouco mais de um mês percebi que faz vinte anos que comecei a luta (ou loucura, depende...) foi quando comecei a fazer um curso de histórias em quadrinho do Dínamo studio (ou Deadline, na época) que era ministrado por Daniel HDR e Marcos Pinto.

Fotos de amigos do curso em anos variados... EU NÃO LEMBRO QUANDO TIREI, TÁ?



Se esse negócio de números não significa nada para você, pouco importa, foram duas décadas fazendo gibis e tiras, mesmo sendo praticamente um desconhecido no ramo, continuo meus trabalhos vendendo gibis e usando a web.

  Antes do curso eu já fazia quadrinhos, tipo para mim mesmo. Não sabia como imprimir em gráfica, nem tinha grana para tal. Foi beeem depois, já empregado e fazendo um curso que resolvi fazer para valer.

  O meu primeiro trabalho público não foi Debiloid’s, foi um fan fiction (ficção ou história de fã) baseado na Turma da Mônica chamado “Menores do Amanhã” já que não queria usar Dédis e sua trupe ainda. Numa tiragem baixíssima eu vendia apenas em eventos para o pessoal conhecer meu traço e para por em prática o que aprendi.
   Menores do Amanhã eu faço até hoje e tem um blog (que até a postagem deste texto está parado há mais de um ano por falta de tempo para fazer histórias).


   Do curso tive contatos com artistas do ramo e pude ir a eventos geek/nerd, no inicio eram apenas temática de Anime e Mangá (cultura japonesa) depois se tornaram uma coisa mais abrangente que incluía quadrinhos.


    Foi nesses eventos em que pude vender o meu peixe como artista independente e mais tarde ajudava a organizar áreas para outros artistas que vendiam seu material por si só, muito antes dos modernos e generosos Artist’s Alley.


    Também comecei meu primeiro trabalho profissional com um jornalzinho chamado Nãna. Onde aprendi um pouco a fazer tiras.



Quando tive mais acesso a internet e aprendi a criar blog, daí sim comecei a colocar Debiloid's para o mundo. Sim, o mundo! Só não acessa o site quem não quer ou tem preguiça de procurar no Google. Até fiz um domínio "Debiverso" pra facilitar... Ah! Tô reclamando, desculpa...



    E mais tarde me juntei a trupe do Dínamo Estúdio, com quem já fiz trabalhos como Retro City (o dois vem aí, pessoal!), Sketch Cards, participação em eventos e participação no podcast ArgCast...



     Conheci amigos talentosos como Maurício Dias (Retro City), Roger Goulart (Offline), Diego Moreira, Matias Streb (Alexandria), Jader Corrêa (Liga dos Pampas), Márcio Cabreira, José Weingartner (Boys don’t Cry), Gabriel Kolbe (Gatho), Gustavo Borges (Pétolas, Morte Crens, etc...)

      Por fora, Anderson ANDF, Denílson Reis, Alexandre Doepre, Amanda Paiva, Fabiano (Prof. Nerd) Silveira, Fabio Neves Martins, Elvis Moura, Wyattx, Paulo Ricardo Kobielski, Fernando Merlo, João Weingartner, Ursula Dorada, Paulo Daniel Santos, Carolina Mylius, Carlos Felipe, Wagner dos Santos, Emerson Vasconcelos, Ana Luiza Koehler, Fernando Gil, Roberto Koya, Ceroni da Cunha, Ed Muller, Adão De Lima Junior,
Família Falcote, Paola Rech, Newton Barbosa, Lucas SB, José Borba.

E outros como Sidney Gusman, Rodoney Bucemi, Eduardo Vetillo, Felipe Gomes, Fernando Caruso, Wesley Samp, Roger Cruz, OTA, Joe Prado, Luke Ross, Marcelo Campos, Gelson Weschefelder, Lorde Lobo, David Lee, Leonardo Maciel, Leo Finnochi, Vitor Cafaggi, Ziraldo, Fábio Yabu, Will Leite, Thiago Spyked, Guilherme Miorando.  

Se eu esqueci alguém ou escrevi o nome errado, me desculpem... Minha memória é péssima... 

Pois, é. Foram vinte anos que estou fazendo quadrinho nacional ou pelo menos tentando...




 










segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Centenário do rei





Hoje este prolixo artista faria cem anos. Mas qual a sua importância no mundo dos quadrinhos? Basta ouvir os nomes “Vingadores”, “Quarteto Fantástico”, "Darkseid" e outros por aí para ver porque ele é chamado de Rei por muitos do meio dos quadrinhos. 
Vida longa ao Rei Kirby!